Entenda o porquê de registrar sua cervejaria artesanal no MAPA

Entenda o porquê de registrar sua cervejaria artesanal no MAPA

A indústria cervejeira no Brasil

O setor cervejeiro representa atualmente 1,6% do PIB do país, sendo considerado um dos mais relevantes para a economia nacional, com investimentos de R$ 20 bilhões entre 2011 e 2014 e faturamento de R$ 70 bilhões ao ano. Em 2016, fabricou 14,1 bilhões de litros de cerveja, se tornando então o terceiro maior produtor mundial, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil).

Mesmo diante da crise, o setor é um dos maiores empregadores do Brasil, com mais de 2,2 milhões de pessoas empregadas em todo seu processo produtivo. De acordo com o auditor fiscal e mestre cervejeiro, Carlos Müller, “O Brasil tem mantido sua vocação de cervejeiro, mesmo em tempos de crise”.

Atualmente, 610 cervejarias estão registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa), totalizando 7.540 cervejas e chopes fabricados. Esse número cresceu cerca de seis vezes desde 2007, devido à abertura de empresas de pequeno porte, microcervejarias e brewpubs (bares que produzem sua própria cerveja).

Produzir a própria cerveja tem se mostrado então ser uma ótima oportunidade de investimento, principalmente para aqueles que querem apostar no hobby e tem certa paixão em criar sua própria bebida.

A produção de cerveja

Desde a moagem do malte até o engarrafamento da bebida, diversas são as etapas de produção da cerveja que interferem diretamente na qualidade do produto. A qualidade do malte e da água, temperaturas adequadas na mostura, filtração efetiva, controle de pH, lupulagem correta, controle de amargor e aroma, transfegas realizadas com assepsia, líquidos refrigerantes adequados para o resfriamento, leveduras específicas para a fermentação, e diversos outros procedimentos são fatores que impedem off flavors na bebida. E para a sua comercialização e um maior aceitamento do público, é necessário garantir que todas as etapas sejam padronizadas, e a SINERGIA presta serviços personalizados de consultoria que visam à otimização e adequação de todas as etapas do processo de produção.

Além da padronização das etapas de produção, todos os equipamentos devem seguir rigorosas condições higiênico-sanitárias, já que indústria alimentícia engloba a cervejaria. Isso inclui também uma correta logística do posicionamento das máquinas, além de um descarte apropriado dos resíduos produzidos. Empresas especializadas como a SINERGIA podem ajudar o seu negócio na realização desses procedimentos.

Registro próprio – Entenda o porquê

Para comercializar sua cerveja é necessário ter uma empresa com essa finalidade. É possível criar uma cervejaria com fábrica própria, a qual deverá possuir registro de estabelecimento do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento). Este órgão estabelece os padrões de identidade e qualidade, as condições higiênico-sanitárias e tecnológicas das cervejas brasileiras.

Dessa forma, não é possível vender sua cerveja sem estar registrada no MAPA, pois, além de prejudicar o mercado de cerveja artesanal, é uma infração passível de multa de até R$ 117.051,00 (artigos 86 e 104 do Decreto nº 6.871/2009).

Para realizar o registro, sua empresa deve seguir os critérios exigidos pelo Ministério, e seguir uma série de passos burocráticos. A SINERGIA se disponibiliza para a realização desse registro, que é essencial para todo cervejeiro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *