Entenda a importância dos polímeros na sociedade atual

Entenda a importância dos polímeros na sociedade atual

Polímero deriva das palavras gregas poli (muitos) e meros (partes), sendo o motivo dessa denominação o fato de que os polímeros são macromoléculas compostas por várias unidades menores, que podem se repetir ou não, unidas por ligações químicas. Existem polímeros naturais (por exemplo: celulose, amido, proteínas e outros) e sintético (polietileno, poliestireno, policloreto de vinila), sendo esses últimos produzidos a partir de reações de polimerização.

Os polímeros possuem grande importância no cotidiano das pessoas, uma vez que possibilitaram o desenvolvimento de novos materiais com características químicas e físicas inovadoras, como por exemplo o poliacetato de vinila, utilizado em revestimentos; o nylon, usado em fibras, roupas e carpetes; o PVC, utilizado nas tubulações, dentre vários outros exemplos. A indústria dos polímeros se tornou um dos pilares do estilo de vida contemporâneo.

Fórmula Molecular

Os materiais poliméricos são constituídos por macromoléculas, podendo ter massa molecular média variando de 1000 g/mol a 1000000 g/mol. Vários compostos podem sofrer processos de isomerização e assim darem origem a meros de polímeros, como por exemplo o etileno, o estireno e o butadieno.

 

Polímeros e seus monômeros

Monômero Polímero
Etileno Polietileno (PE)
Cloreto de Vinila Cloreto de Polivinila (PVC)
Tetrafluoroeteno Politetrafluoroetileno (PTFE)
Etenilbenzeno Poliestireno (PS)

 

Os meros exercem grande influência na estrutura dos polímeros, podendo alterar características mecânicas, térmicas, óticas e diversas outras dependendo do polímero e do arranjo de suas unidades formadoras.

 

Propriedades

Dentre as principais características dos polímeros estão suas propriedades mecânicas e químicas. Atualmente, os materiais poliméricos são  produzidos de maneira a substituir os metais, apresentando grande resistência ao choque mecânico e à fadiga, além de terem densidade muito menor.

Com relação às propriedades químicas dos polímeros pode-se citar a resistência à corrosão, pois as ligações químicas presentes nos polímeros lhes conferem uma resistência maior à corrosão pelo oxigênio ou por produtos químicos (são mais resistentes do que os metais, por exemplo), e a boa estabilidade térmica.

Fabricação

São seguidos alguns passos para se obter o material polimérico desejado. Inicialmente, as matérias-primas necessárias para a formação dos monômeros são selecionadas e, após essa primeira etapa, prossegue-se para a polimerização. A etapa de polimerização é crucial, pois é nessa em que se define as características físicas e químicas do polímero e adiciona-se também os aditivos (tintas, resinas, plastificantes e outros).

Depois desses passos, as resinas de polímero passam por processos para a obtenção e moldagem dos produtos finais. Há uma grande diversidade desses processos existentes, sendo os principais: extrusão, moldagem por injeção, moldagem por sopro e moldagem por rotação.

 

Reciclagem

Um dos grandes problemas da sociedade contemporânea é a questão do lixo. Com a crescente utilização de materiais poliméricos, esses têm se tornado uma grande dor de cabeça. Hoje não são eficientes os métodos de recolhimento e deposição desses materiais, o que é dificultado também pelo longo tempo necessário para a degradação dos plásticos.

Uma solução para esse empecilho é a reciclagem. Entretanto, o gerenciamento dos resíduos sólidos depende de desenvolvimento de tecnologias inovadoras e de novos mercados para o plástico reciclado e que, para o caso especifico do Brasil, embora pouco desenvolvido, o sistema de coleta de material pode ser pensado de maneira inovadora, eficiente e de baixo custo

Também faltam mais políticas públicas que incentivem a reciclagem de polímeros, uma vez que a tendência de aumento do crescimento no consumo desses produtos é evidente. Vale ressaltar que, atualmente, tem-se estudado e pensado a utilização ode polímeros biodegradáveis, que, embora não sejam reciclados, não poluem nem precisam de descarte especifico.

Aplicações

De uma forma geral, a utilização de polímeros no cotidiano é extremamente vasta, uma vez que estes servem como matéria prima de grande parte dos objetos, simples ou sofisticados, que estão a nossa volta. Além disso, o uso destes em tecnologias mais sofisticadas tem sido crescente uma vez que os resultados têm se mostrados satisfatórios.

Na maioria dos casos os materiais poliméricos possuem vantagens sobre as demais matérias-primas devido a sua flexibilidade, resistência a corrosão e por muitos possuírem baixa massa específica. Sendo assim, na maioria dos casos o seu uso se torna mais viável que o de materiais como: madeira, barro, concreto e algumas vezes até mesmo o aço.

Polímeros e suas aplicações

Polímero Aplicações
ABS Revestimento de refrigeradores
Nylon Fibras, roupas, carpetes, mancais
PHEMA Rins artificiais
Poliacetato de vinila Revestimentos em geral
Poliacriloamida Lentes de contato
Policarbonato Lentes oftálmicas
Policloropreno Adesivos e freios
Poliéster Embalagens e roupas
Poliestireno Utensílios domésticos
Polietileno Embalagens
Polimetil metacriliato Tintas, balcões e vitrais
Polipropileno Utensílios e tapetes
Polisopreno Borrachas
Poliuretano Roupas isolantes e espumas
PVC Tubos e conexões
SBR Pneus e calçados
Teflon Antiaderentes

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *